revista fevereiro - "política, teoria, cultura"

   POLÍTICATEORIACULTURA                                                                                                     ISSN 2236-2037

 

apresentao

 

Eis o nmero dois de Fevereiro. Como prometido na primeira edio, a revista abre seu leque de assuntos e colaboradores. Encabeando a pauta, os rumos da poltica brasileira. E o assunto mais candente, como no poderia deixar de ser, so as eleies que o pas acaba de atravessar.


Abordando diferentes aspectos da conjuntura poltica, e com nfases tambm distintas, os trs artigos dedicados ao tema, de membros da equipe responsvel pela revista, procuram avaliar o que aconteceu e os impactos futuros. O que esteve em jogo, afinal? Para alm da retrica das campanhas, haveria diferenas importantes entre as alternativas oferecidas ao eleitor? Quais? Como entender os momentos dramticos e inesperados (para o bem e para o mal) desse processo? O que esperar daqui para frente e, especialmente, o que uma perspectiva de esquerda democrtica to crucial para a linha editorial desta revista teria a dizer sobre isso?


Para alm da conjuntura e do Brasil, Fevereiro retorna discusso sobre a experincia da esquerda no mundo, a crtica de sua histria e seu presente. Mas no sem antes fazer a devida homenagem ao recmfalecido filsofo e pensador poltico Claude Lefort, expoente da intelectualidade democrtica e progressista francesa. Em destaque, uma entrevista indita, realizada em 2004, em que Lefort fala de sua biografia poltica e intelectual, algumas preocupaes centrais de sua obra, a poltica francesa, a experincia acadmica no Brasil e suas impresses sobre a poltica brasileira contempornea. Na sequncia, um ensaio de Ruy Fausto sobre a revoluo russa, com foco na histria dos seis primeiros meses do regime bolchevique. Fica claro, na reconstruo bastante minuciosa do autor, como a concepo e as prticas autoritrias do partido no poder comeam a definir os rumos sombrios do regime j nesse primeiro perodo.


A revista faz, neste nmero, sua estria no debate econmico contemporneo, com artigo de Leonardo Nunes sobre os problemas tericos da proposta de controle de capitais. Mas tambm faz estrias no campo da arte e literatura. Graas colaborao de Daniela Mountian, publicamos um conto do escritor russo Leonid Bobytchin, considerado um dos mais importantes do perodo sovitico, a despeito de sua morte prematura. Raquel de Almeida Prado escreve sobre uma contribuio recente, e alvissareira, do cinema chins. De quebra, um poema de Marcela Vieira. E Alexandre Carrasco fecha a edio com uma crnica “polticosentimental”.


O leitor deve imaginar as dificuldades impostas a uma revista como esta, sem nenhum recurso pblico ou privado, sustentada inteiramente na boa vontade de amigos e colaboradores. Fevereiro agradece o desprendimento de todos e faz, aqui, uma meno especial a Marcela Vieira, pela reviso dos artigos, e Andr Lopes, que tornou possvel a produo e publicao da revista na rede mundial. Contamos, finalmente, com a crtica e os comentrios do leitor.


Boa leitura!

Compartilhado





























fevereiro #

2